Link1 Link2 Link3 Link4 Link5 Image Map

Conto: Diário da Casa na árvore


Uma fresta de luz atravessa minha janela acordando-me de um sonho que me fazia sorrir. Meus olhos se abrem lentamente para a manhã luminosa, respiro fundo e sinto o meu peito se encher de ar quente. Abro a cortina e permito a passagem de toda a luz em meu quarto. Encarando o sol com os olhos semicerrados, penso no dia em que acordarei tão radiante quanto ele.
Após me arrumar adequadamente para passar o dia sozinha, desço as escadas segurando “O diário de Anne Frank” e rumo até a varanda.
Encaro a cadeira de balanço, o lugar onde eu sempre lia meus livros. Encaro os arredores da fazenda, está tudo tão diferente da última vez em que estive aqui.
A relva da fazenda está em um tom de verde nunca visto antes, as árvores mais coloridas, os animais saíram dos seus abrigos, agora pastam e passeiam livremente. “Para qualquer pessoa que se sinta só ou infeliz, ou que esteja preocupada, o melhor remédio é sair para o ar livre, ir para qualquer parte, onde possa estar só com o céu e com a natureza, e com Deus. Então compreende que tudo é como deve ser e que Deus quer ver os homens felizes no meio da natureza, simples e bela”. Caminho até uma árvore, alta e frutuosa, e sento encostada em seu tronco. Abro as páginas do Diário e retomo a leitura cessada na noite anterior.
“Enquanto puderes erguer os olhos para o céu, sem medo, saberás que tens o coração puro, e isto significa felicidade”.
O céu azul-piscina, com suas nuvens errantes brincam de mudar de forma. Sereia. Urso. Gavião.
“Creio que a natureza alivia os sofrimentos.” Sentia falta dessa paz. “Meu conselho é: Saia. vá para o campo, aproveite o sol e tudo que a natureza tem para oferecer. Saia e tente recapturar a felicidade que há dentro de você; pense na beleza que há em você e em tudo ao seu redor, e seja feliz."
É um bom conselho, Anne.
Fito a casinha da árvore que fica próximo do pequeno lago. Lembranças me atingem feito rajadas. Duas crianças costumavam brincar lá, chamavam de segundo lar. As paredes eram rabiscadas com palavras e desenhos, traçados com amor. Lá eram guardadas todas as coisas consideradas espetaculares, achadas pelos arredores da fazenda. Eles adoravam explorar.
A floresta que circundava a fazenda era perfeita para as suas aventuras, passeavam e colhiam tudo que lhes intrigavam. Tudo que as crianças faziam eram juntas, nunca separadas. Um precisava do outro. Ele tinha a astucia de um verdadeiro explorador, ela tinha a sabedoria para agir com prudência. Um era o complemento do outro.
O tempo passava despercebido, eles cresciam despercebidos. A forma de enxergar o mundo era indiferente, porém eles já não enxergavam um ao outro da mesma maneira. A cada novo dia, ela percebia mudanças na aparência do garoto. Pensava a menina que ele nunca poderia ficar mais bonito do que já é. Ela estava terrivelmente enganada.
As horas insistiam em passar depressa enquanto estavam juntos, o menino falava o quanto gostava dos cavalos da fazenda. Um dia o pai dele os colocou em um manso cavalo marrom, o garoto pediu para que ela envolvesse seus braços em sua cintura para não cair. Foi a primeira vez que ela sentiu-se estranha ao toca-lo, sentiu-se segura também.
Quando a garota completou 13 anos, uma noticia a desmoronou. Ao ver as malas arrumadas, suas coisas empacotadas em caixas de papelão velho, percebeu o que estava por vir. Deixaria tudo pra trás. Ela sentia-se vazia, oca. O garoto apenas observava de longe, impassível. No carro, ela pode observar a fazenda pela última vez, lágrimas escorriam pelo seu rosto. Seus olhos avistaram o menino que estava vendo-a partir, encostado na porta do estábulo. Sua franja bagunçada revelava seus olhos marejados, uma única lágrima percorreu pela sua face, mas ele não a limpou disfarçadamente como sempre fazia quando chorava, apenas deixou que escorresse.
“Recordações valem mais do que vestidos.”. Afasto o passado da cabeça e retorno a leitura.
 “Quem é vivo sempre aparece”.
Finalmente. A voz aveludada que eu tanto esperei ouvir, facilmente reconhecível, mesmo depois de tantos anos sem escutá-la... Eu a reconheceria em qualquer lugar, situação ou circunstância. “Para amar alguém, a primeira condição é poder admirar - admirar e respeitar”.
Olho para cima já sabendo da beleza que inundará o meu campo de visão.
Como eu disse, lá estava ele, apoiando a mão no tronco da árvore me fitando com seus olhos cor de mel. Seu cabelo preto cobrindo um dos olhos, o velho chapéu de cowboy, a mesma camisa flanelada e aquele meio sorriso torto escondendo os dentes, revelando a covinha minúscula porém perceptível aos meus olhos.
– É bom estar de volta – Sorri, fechando o livro e colocando-o na grama ao meu lado.
37

37 comentários:

  1. Tô adoraando, Tetê!
    No comecinho cheguei até a sentir a calmaria da personagem kkk Muito bom! Quando tem mais?
    Beijos e abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô.. valeu mesmo, significa muito pra mim! Vou ficar postando sempre que criar um novo conto. Eu demorei quase um dia pra fazer esse aí kk Não quero mais parar de escrever! \o/
      PS:Vc esqueceu de assinar no final... Quem é? ><
      Beijos

      Excluir
  2. Isso mesmoo, não pare! Você é muuito boa!
    Continuarei por aqui te acompanhando :)
    Não, eu não esqueci kk Deixa pra lá quem eu sou ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, quero muito saber quem é kkkk Mas tudo bem, fico grata pelo elogio *-*
      Beijos

      Excluir
  3. Muito booom!! Foi tu que escreveu?? Tá muito bom mesmo, parabéns!!!

    Beijoos

    http://estrela-minha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owww Jé, obrigadão pelo elogio e pela visita *-------* Eu que escrevi sim kkkkk
      Beijão!

      Excluir
  4. Muito grande, nem li. kkk brincadeira. Eu li a metade. Mas acabei descendo pra comentar logo.. vou voltar pra ler o restante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu desceu pra comentar, acabou não comentando nada. Vai ler logo, preguiçosa! >=(

      Excluir
  5. Ooooow, ameei! *-*
    Quero outro agora u.u kkkkk
    KKKKKKKKKKK rindo muito com Maria Clara e tu x)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. owwwn luuu, obrigaada *------* vou escrever outro, preciso de inspiração kkkkkkkkkkkkkkkkk maria clara é abestalhada u_u
      beijooss

      Excluir
  6. Serás uma grande escritora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escritora???? Acho que eu não chego nem perto disso :/ mas pô, obrigada. Isso foi um GRANDE elogio! Só não devia ter sido em anônimo :(
      Beijoos

      Excluir
  7. Adorei o conto. Sabe, me senti muito bem quando estava lendo ele. O conto ficou muito legal, parabéns. Faça mais. Gostei do blog, já estou seguindo.
    Beijos da Laura, dona do blog Simples Assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, fico muito grata com o elogio. Feliz demais em saber que eu consigo fazer as pessoas se sentirem bem lendo o que eu escrevo. Isso é muito bom! Vou fazer mais sim ;)
      Beijos Laura e obrigada por me seguir <3

      Excluir
  8. Mulheer tu escreve muito *-*
    eu adorei, parabéns

    amei o blog e já estou seguindo, se puder segue de volta?
    http://cottonnccandy.blogspot.com.br/

    beijoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, linda *-* De verdade.
      Seu blog é lindooo, estou seguindo de volta.
      Beijos!

      Excluir
  9. Muito interessante, gostei muito do seu blog é mt lindo!

    tuestremeendodeus.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada lindonaaa! Seu blog é muito lindo também.
      Valeu pela visita ;)

      Excluir
  10. Nossa, que lindo! Você escreve muito bem. Eu também amo contos e achei super linda a narrativa. beijos e sucesso aqui no seu blog!

    Peall
    www.bigbrigadeiro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwwn, fico muitíssimo grata pelo elogio! Bom saber que as pessoas estão gostando do que escrevo.
      Desejo sucesso pro seu blog também, gostei muito dele!
      Beijos :*

      Excluir
  11. Gatona, amo suas historias! Te marquei em uma TAG lá no meu blog! Visite e veja! http://mygirlyandbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carambaaaa, muito obrigada! Fiquei muito feliz em saber, de verdade :') }
      Seu blog é muito show! Já visitei e tô seguindo.
      Beijooos

      Excluir
  12. Adorei demais o conto, você escreve muito bem viu, poderia escrever mais contos ♥ e adorei o seu blog, muito lindinho aqui >.<
    Beijinhos
    Facebook do blog
    QUER GANHAR UM COLAR LINDO? CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO SORTEIO NO BLOG!!
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, fico muito grata com o elogio! Obrigada pela visita, também adorei seu blog <3
      Beijos lindona!

      Excluir
  13. Linda !!

    Tem um selinho pra você lá no meu Blog !!

    http://onedaybyfer.blogspot.com.br/2013/07/meu-primeiro-selinho.html

    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn, muuuuuuuuuito obrigada pela marcação, sério! *--------------*

      Excluir
  14. Gente que top.
    AMEI <3
    Beijos.

    garotamodamh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei!! Você escreve mt bem e o lay daqui é lindo <3

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  16. Que lindo! Você daria uma ótima escritora, voc~e escreve super bem
    Beijinhúhs
    PAA - visite pelo perfil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muuuuuito grata pelo elogio linda! De verdade.
      Beijoos

      Excluir
  17. Parabéns, você escrever super bem! Gostei muito da história<3..

    ResponderExcluir
  18. Amei seu layout.Super post.Adorei o post.Ah se puder da uma olhadinha no meu blog e se gostar segue?:http://tudo-demenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. aaaaaaai amei , quero mais :3 kkkkkkkk
    http://euamotutoriais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Uau! Vc escreve super bem!
    Adorei está frase: "O tempo passava despercebido, eles cresciam despercebidos. A forma de enxergar o mundo era indiferente, porém eles já não enxergavam um ao outro da mesma maneira."
    Adorei o seu conto, muito bom!
    Beijão!

    www.bloganacronico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Adorei! E amei seu blog também <3
    the-insanegirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir